Capacete com abertura articulada pode revolucionar o mercado

A empresa australiana Vozz acaba de lançar o RS 1.0, capacete com abertura articulada na parte de trás da cabeça. O novo design dispensa o uso de fivelas, melhora a penetração aerodinamica e pode inaugurar uma nova tendência no segmento.

www.facebook.com/R3mototrip

No RS 1.0, você veste o capacete de frente ao invés de colocá-lo como uma tampa tradicional. O equipamento é fechado por trás, de cima para baixo, travando com uma fechadura. O sistema patenteado pela Vozz é chamado de 'Vozztec' pela marca.

A Vozz garante que o sistema oferece várias vantagens sobre os capacetes integrais tradicionais. Uma vez que a abertura na parte inferior do invólucro não precisa de ser grande o suficiente para aceitar uma cabeça, o ajuste fica muito mais justo em relação a uma tampa tradicional.

Consequentemente, o RS 1.0 dispensa o uso de fivelas para prendê-lo na cabeça, mas apresenta uma queixeira ajustável. A Vozz afirma que graças ao revolucionário desenho, os ruídos e a turbulência em alta velocidade foram reduzidos, uma vez que é mais difícil o vento penetrar dentro do capacete.

Os australianos também garantem que seu dispositivo é seguro e fácil de abrir em caso de acidente. 

VEJA TAMBÉM

Couro & Cordura

Capacete para moto não é boné

Versão XR é Tiger 800 mais “pelada” e acessível

Mitos do Deserto do Atacama

Rodas de motos: como e por que cuidar delas

Por enquanto o capacete só está disponível na Austrália a um custo de $ 888 dólares australianos. Entretanto, em sua página no Facebook, a Vozz diz que pretende distribuí-lo em outras partes do mundo a partir do próximo ano. Se a moda pegar, você teria um capacete desses?
Autor da reportagem: Lucas Carioli/Fonte: noticiasmotociclisticas.com