Dicas para viajar: Como escolher a bolha da sua moto

Normalmente, vemos bolhas nas motos com o objeto estético, somente para dar uma nova roupagem ao veículo. Mas em locais mais frios, onde garoa já faz parte do dia a dia, ela é bem útil. Aliás, falemos também do uso dessa bolha para estradas e viagens de grandes distâncias, pois esse item é essencial.

Vamos imaginar uma viagem superior a 800 quilômetros e temos em nossas mãos quatro motos com quatro configurações diferentes: moto com bolha pequena, bolha média, bolha grande e sem bolha.

Resultado de imagem para bolha moto

 Aqui vão as dicas:

  • Se você usa uma moto sem bolha pode ter uma viagem infernal, pois os braços podem ficar doloridos devido ao vento no peito, ainda mais se viajar contra o vento. E todo seu corpo e objetos usados na viagem serão alvo dos pequenos animais voadores que sempre nos acompanham nesses percursos.
  • Caso a moto usada tiver uma bolha grande você terá uma proteção bacana contra vento, chuva e insetos. Porém, a pilotagem terá que ser precisa e cautelosa, pois haverá uma turbulência que deixará a dianteira da moto instável. Se sua moto tiver menos de 50 cavalos de potência, você será freado automaticamente porque seu veículo não tem peso o suficiente para resistir ao freio-aerodinâmico, principalmente se for contra o vento. Essa bolha é indicada para motos grandes como as custom, pesadas o suficiente para ficarem instáveis em grandes rajadas de vento.
  • Preferindo as bolhas pequenas ou médias (para-brisa médio), você terá em mãos os melhores equipamentos para viagem, pois protegem bem contra o vento, insetos e garoas, e também não dão “asas” para a aerodinâmica. Em casos como esse é sempre bom ter um bom capacete para viagem, porque as bolhas (pequenas e médias) tendem a desviar o fluxo de ar para seu rosto.

LEIA MAIS DICAS AQUI

Após a escolha de uma bolha para viajar, que tal instalá-la de maneira correta? Coloque-a deixando ela paralela à suspensão dianteira, em um ângulo de inclinação bem próximo da inclinação das bengalas. E aí é que vai o detalhe: se quiser reduzir a zero as turbulências na parte inferior da bolha deixe a distância da sua base ao do copo do farol próxima dos 2cm. Distâncias superiores ou inferiores causarão mais turbulências. E nunca se esqueça de encerar sua bolha, pois ajuda no escoamento da água da chuva e na limpeza dos pequenos animais voadores – pode até usar a mesma cera usada no corpo da motocicleta.